GRCSITA

sexta-feira, 30 de março de 2012

Militares da Reserva são cercados por manifestantes na Cinelândia, no Rio

PM usou gás de pimenta e bombas de efeito moral; evento marca o aniversário do golpe de 64

Pela foto dá pra ver manifestante cospindo em militar da reserva

RIO - Dezenas de militares da reserva que assistiram ao debate "1964 - A Verdade" ficaram sitiados no prédio do Clube Militar, na Cinelândia, no centro do Rio, na tarde desta quinta-feira, 29. O prédio foi cercado por manifestantes que impediram o trânsito pelas duas entradas do imóvel.

O evento marcou o aniversário do golpe militar de 1964 e reuniu militares contrários à Comissão da Verdade. Ao fim do evento, eles tentaram sair, mas foram impedidos por militantes do PC do B, do PT, do PDT e de outros movimentos organizados que protestavam contra o evento.

"Tortura, assassinato, não esquecemos 64", gritavam os manifestantes. "Milico, covarde, queremos a verdade", diziam outros. Velas foram acesas na frente da entrada lateral do centenário do Clube Militar, na Avenida Rio Branco, representando mortos e desaparecidos durante a ditadura militar. Homens que saíam do prédio foram hostilizados com gritos de "assassino". Tinta vermelha e ovos foram jogados na calçada, sem atingir ninguém.

Homens do Batalhão de Choque foram ao local e lançaram spray de pimenta e bombas de efeito moral contra o grupo, que revidou com ovos. Um dos manifestantes foi imobilizado por policiais e liberado em seguida após ser atingido supostamente por uma pistola de choque, e outro foi detido e algemado.

Os militares foram inicialmente orientados a sair em pequenos grupos por uma porta lateral, na rua Santa Luzia, mas tiveram que recuar por conta do forte cheiro de gás de pimenta que tomou o térreo do clube. A Polícia Militar tentou conter os manifestantes e chegou a liberar a saída de algumas pessoas pela porta principal, mas por medida de segurança voltou a impedir a saída.

Um grupo que saiu sob proteção do Batalhão de Choque da Polícia Militar foi alvo de xingamentos. Os manifestantes chamaram os militares de "assassinos" e "porcos".

Mais tarde, a saída dos militares da reserva foi liberada por meio de um corredor aberto por PMs entre o prédio e a entrada da estação Cinelândia do metrô, a poucos metros do Clube Militar.

PM suspende curso de formação após denúncias de humilhação em MT

Curso de formação da força tática foi suspenso temporariamente. OAB diz que alunos eram obrigados a engolir carne já mastigada por colegas.

O curso de formação da Força Tática da Polícia Militar de Mato Grosso foi suspenso temporariamente após as denúncias de que os alunos sofriam humilhações ao longo do treinamento. Conforme informações do Comando Regional da PM, as instruções foram suspensas para a apuração das denúncias.

Mesmo com a suspensão, a PM defende por meio de uma nota divulgada na manhã desta quarta-feira (28) que o curso é ministrado por ‘policiais militares especialistas e devidamente preparados’.

A capacitação teve seu inicio no dia 14 de março e estava sendo realizado na Base Comunitária do bairro Parque do lago, em Várzea Grande, cidade da região metropolitana de Cuiabá. Ao todo, 50 militares se inscreveram para um curso de nivelamento para a Força Tática da PM.

Denúncias

A presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT), Betsey Miranda, denunciou ao comandante geral da PM que soldados do curso teriam sido obrigados pelos instrutores a mastigar um pedaço de carne, passar para o próximo colega de forma que o último da fila é forçado a engolir o alimento. A denúncia chegou até a OAB após um pai relatar as situações às quais o filho e os colegas têm sido expostos.

“Um profissional formado nestas condições poderá se tornar um indivíduo violento”, declarou Betsey Miranda. Ainda segundo a representante da Comissão de Direitos Humanos da OAB, os soldados também são colocados em quartos e submetidos aos efeitos de gases lacrimogênios e de pimenta, sem contar os exercícios que praticam até a exaustão e humilhações por meio de agressões verbais.



F0NTE - G1 MT


FALA ALMANÇA: Agora me diz, o que isso ajuda a preparar o policial para atuar nas ruas? A PM precisa acordar pra vida e parar de querer ser parecida com o Exército. Vamos acordar, a Ditadura acabou. A polícia precisa ser preparada para servir a população e não pra guerra

quinta-feira, 29 de março de 2012

COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA VEM AO RJ DIA 29/03 PARA INVESTIGAR ILEGALIDADES E EXCESSOS COMETIDOS PELO GOVERNO CONTRA BOMBEIROS E PMs GREVISTAS.

COMISSÃO DE DEPUTADOS FEDERAIS, JUNTAMENTE COM A COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA VEM AO RJ DIA 29/03 PARA INVESTIGAR ILEGALIDADES E EXCESSOS COMETIDOS PELO GOVERNO CONTRA BOMBEIROS E PMs GREVISTAS.

Na próxima quinta feira, dia 29/03, ( 19:00 hs ) uma Comissão composta por Deputados Federais, Representantes do Ministério da Justiça e da Secretaria Nacional de Direitos Humanos virá ao Rio de Janeiro ouvir Bombeiros, PMs, Advogados, Familiares e Parlamentares Estaduais sobre a repressão e todas as ilegalidades cometidas pelo Governo Cabral quando da Greve destas categorias.A proposta é convocar e reunir todos os Bombeiros e PMs que tenham sido presos, processados, transferidos arbitrariamente, expulsos e que estejam respondendo a processos disciplinares, sejam soldados ou oficiais, para discutirmos uma forma coordenada de defesa destas pessoas tanto na esfera política, quando na jurídico-institucional.O local deste encontro será na Sede do SINDSPREV-RJ, na Rua Joaquim Silva, 98A na Lapa.

O horário ( 19:00 horas ) confirmaremos na 2ª feira, pois aguardamos a marcação dos vôos dos Parlamentares para poder organizar aqui.

Pedimos a todos que divulguem esta convocatória, que a compartilhem nos blogs de acesso a categoria para que possamos garantir a presença de todos. Será um momento importante na luta pela defesa de todos. Qualquer dúvida entrar em contato com 25881582 ou 1284.
Muito importante que os companheiros que comparecerem tragam cópias de seus procedimentos disciplinares para análise da Comissão.
DEPUTADA ESTADUAL JANIRA ROCHA

A reunião é aberta a todos Bombeiros, PMs e seus familiares e advogados. Apenas os B2 e P2 não serão bem-vindos e não entrarão, favor não insistir!

ES: ADIN contra a lei do subsídio - Referência 17 - em andamento

ES - ADI 4719 (Referência 17) andamento
"Segue abaixo o andamento da ADIN contra a lei do subsídio, peço que leia é muito importante, caso queira acompanhar, segue site para a consulta: STF

ADI 4719 - AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE (Eletrônico)
Origem: DF - DISTRITO FEDERAL
Relator: MIN. GILMAR MENDES

05/03/2012 Despacho "Requisitem-se informações à Assembleia Legislativa e ao Governador do Estado do Espírito Santo, que deverão ser prestadas no prazo de 30 (trinta) dias (art. 6º, Lei n° 9.868/99). Após, dê-se vista dos autos, sucessivamente, ao Advogado-Geral da União e ao Procurador-Geral da República, que deverão se manifestar, cada qual, no prazo de 15 (quinze) dias (art. 8º, Lei n° 9.868/99). Publique-se. "
Brasília, 5 de março de 2012.

Ministro GILMAR MENDES
Relator

OBS: minha explanação do despacho:
a) - NESTE DESPACHO, O MINISTRO PEDE Á ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ES, ATRAVÉS DO DEPUTADO RELATOR E DO PROCURADOR DA ASSEMBLÉIA, A INFORMAÇÃO DO MOTIVO PELO QUAL "A LEI DO SUBSÍDIO" RECEBEU O PARECER DA CONSTITUCIONALIDADE PELA COMISSÃO RESPONSÁVEL, FOI VOTADA E APROVADA NO PLENÁRIO.
b) - PEDE TAMBÉM INFORMAÇÃO AO GOVERNO DO ESTADO DO POR QUE A LEI DO SUBSÍDIO FOI ASSINADA E SANCIONADA POR ESTA AUTORIDADE, SENDO ESTA INCONSTITUCIONAL.

DEPOIS DE RESPONDIDO, POR ESTES NUM PRAZO DE 30 DIAS;

O MINISTRO PEDE AINDA NO MESMO DESPACHO, QUE AS RESPOSTAS PRESTADAS SEJAM REMETIDAS:
a) - AO ADVOGADO GERAL DA UNIÃO;
b) - AO PROCURADOR GERAL DE REPUBLICA.

PARA QUE SE MANISFESTAREM SOBRE A PROCEDÊNCIA DA AÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE DESTA LEI "DO SUBSÍDIO".

COMO DIZEM.... BINGOOOOOO

MINHA CONCLUSÃO:

Se o governo fosse tão esperto como julgam nossos representantes da acs, Ele aceitaria a elevação do subsídio dos militares de forma parcelada para a referência 17, como proposto pelas associações, o que poderia propor como um aumento.
Pois, se o advogado geral da união e o procurar geral da república se manifestarem pela procedência da ação de inconstitucionalidade do subsídio do ES, e esta sendo julgada favorável, é o caso, governo terá que elevar o vencimento de todos os servidores á referência 17, bem como efetuar o cálculo e o pagamento das diferenças retroativas aos últimos 5 anos (isso automáticamente).

Peço a você colega militar capixaba que recebeu esta mensagem, reenvie como (CCo) para seus amigos militares, vamos juntos levar esta informação adiante.


Respeitosamente,


xxxxxx xxxxxxx xxxxxxxx - Sd BM
Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo "

Obs.: Recebi esta mensagem por caixa postal e preferi manter no anonimato o nome do militar que encaminhou. Estou postando sem revisão. Julguei ser do interesse dos bombeiros e policiais capixabas. 


Capitão Assumção


FONTE - BLOG DO CAPITÃO ASSUMÇÃO

quarta-feira, 28 de março de 2012

Eleição de outubro será marcada pelo aumento de militares nas Câmaras Municipais

Até junho o Deputado Cabo Maciel já terá os nomes dos policiais e bombeiros militares que irá apoiar para vereador na capital e no interior do Amazonas.
Deputado Cabo Maciel conversa com a tropa em Humaitá
As próximas eleições municipais serão marcadas pelo aumento do número de vereadores militares na capital e no interior do Estado. A confirmação é do líder do Partido da República(PR), na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM), Deputado Cabo Maciel, após obter 95% da votação dos Policiais e Bombeiros Militares para o triênio da Associação dos Cabos, Soldados e Bombeiros Militares. Ele prometeu percorrer inicialmente os municípios mais populosos para conhecer através de plebiscito o nome do pré-candidato que tropa irá escolher para representar a PMAM nas Câmaras Municipais.

Os alunos soldados também conhecem projeto politico
do Deputado Cabo Maciel
Maciel disse que a tropa irá escolher inicialmente através de plebiscito o nome de seu representante nos municípios de Humaitá, Parintins, Manacapuru, Itacoatiara, Iranduba, Presidente Figueiredo, Tefé e Tabatinga.

No momento todos são pré-candidatos, - disse Maciel -, a escolha não é minha, mas da tropa e tenho pregado muita união, aquele que não conseguir êxito na escolha, deve deixar de lado a vaidade e apoiar o vencedor. Com certeza se todos apoiarem nos vamos conseguir eleger um vereador em cada um desses municípios com maior densidade eleitoral.
Cabo Maciel disse que o policial ou bombeiro militar escolhido pela tropa receberá seu total apoio. Ele confirmou que vai pedir voto nas comunidades, nos comícios e realizar caminhadas e passeatas pelas ruas e avenidas para que a população conheça o candidato da Polícia Militar.

Retroativo pode sair até o dia 10 em Folha Extra

A preocupação do parlamentar é que os policiais possam receber o mais rápido possível o retroativo, cuja luta foi intensa nos últimos meses. 
Cabo Maciel preocupado com o retroativo dos militares
Os Policiais e Bombeiros Militares poderão receber até o próximo dia 10.04, o retroativo referente a nova Lei de Projeção Salarial, conquistada com muita luta junto ao governador Omar Aziz pelo Deputado Cabo Maciel (PR). Ontem, ele foi tratar do assunto com a Secretaria de Estado da Administração, Ligia Fraxe.

            A titular da SEAD disse ao líder do Partido da República na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM), que o impacto da folha será de 10 milhões, sendo aproximadamente 8 da Polícia Militar e 2 da Polícia Civil.
            Cabo Maciel disse que a Secretaria Ligia Fraxe deve reunir ainda hoje, com o secretário de Fazenda, Isper Abrahim para decidir sobre a forma e o dia do pagamento do retroativo dos Policiais Civis e Militares.
 
Fonte: Blog Deputado Cabo Maciel

Mais uma da Ditadura de Sérgio Cabral: Policial é expulso por usar Facebook

O soldado da PMERJ ( polícia militar do estado do Rio de Janeiro ) SAMUEL GONÇALVES DE ALBUQUERQUE JUNIOR (foto) foi excluído da corporação nesta semana pelo simples fato de que postou em seu facebook textos e imagens favoráveis à greve dos policiais e bombeiros no mês de fevereiro.

Que ARBITRARIEDADE é essa do comandante da polícia militar do rio de janeiro ?

Tirar o emprego de um pai de família,somente porque o mesmo expressou suas opniões sobre a greve no facebook... é isso mesmo sr. comandante geral da PMERJ Coronel Erir Costa Filho?

Onde está a liberdade de opnião deste cidadão,prevista na constituição federal brasileira ?

Agora é assim que funciona : o comandante geral da polícia do Rio de Janeiro rásga a constituição e fica por isso mesmo ?

Que estado de democracia é este senhores,onde um policial militar não pode se quer expressar o que pensa a respeito de algo?

Leia a matéria completa no Blog da Verdade

O policial é uma liderança política


Os últimos movimentos reivindicatórios realizados por policiais militares no Brasil têm demonstrado que quando os governos se mobilizam contrariamente às reivindicações (e dificilmente não o fazem), a maioria das instâncias públicas e privadas que poderiam dar apoio aos policiais aderem aos “argumentos” governistas: o Judiciário decreta a ilegalidade dos movimentos, o Ministério Público denuncia policiais, a imprensa não dá voz às reivindicações e tenta boicotá-lo através de expedientes com requintes de manipulação. Neste cenário, qual deve ser a tática utilizada pela categoria policial para conquistar direitos, obrigando os governos a cumprirem com seus papéis de dignificação dos trabalhadores da segurança pública?

A primeira saída considerada, e a que aparentemente se torna mais eficiente, é que os policiais e bombeiros brasileiros elejam seus próprios representantes, seja nas câmaras de vereadores, nas assembleias legislativas, no Congresso Nacional ou mesmo no Executivo. Só tomando como base a quantidade de policiais e bombeiros militares brasileiros, cerca de 434.122, conforme levantamento da Inspetoria Geral das Polícias Militares (IGPM), e levando em conta o potencial de liderança comunitária de cada um desses profissionais, possuindo cada um deles a capacidade de “conquistar” dez votos, além do seu próprio, a influência política alcançada é a seguinte:



FONTE - ABORDAGEM POLICIAL

terça-feira, 27 de março de 2012

Marco Prisco, líder da greve da PM, é liberado pela Justiça

Marco Prisco, líder da greve da Polícia Militar da Bahia, foi solto na tarde desta sexta-feira (23). O alvará foi concedido pela juíza Andréia Paula Matos Rodrigues de Miranda, da 2ª Vara Crime. De acordo com Eládio Mendes, advogado da Associação dos Policiais, Bombeiros e de Familiares (Aspra), outros 11 grevistas também foram liberados pela Justiça.

Todos eles vão responder ao processo em liberdade. As denúncias continuam correndo na Justiça Criminal. Os acusados podem comparecer as audiências, mas estão impedidos de deixar o país. Priso e os outros 11 grevistas devem responder pelos crimes de incitação ao crime, roubo ao patrimônio público e formação de quadrilha.

Segundo Eládio, outras quatro pessoas já haviam sido liberadas. Todas são ex-oficiais da Polícia Militar. Seis oficiais da ativa permanecem detidos no Batalhão de Choque. O processo contra eles corre na Justiça Militar.

Prisco estava detido no Complexo da Mata Escura desde o dia 09 de fevereiro, quando a Polícia do Exército e a Polícia Federal cumpriram os mandados de prisão expedidos contra ele, que ocupava, junto com dezenas de grevistas, a Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (Alba).

O ex-oficial da PM é presidente da Aspra, entidade que iniciou o movimento de greve na Bahia no dia 31 de janeiro deste ano.

FONTE - BIZU DE PRAÇA

Conta corrente para ajudar os PMs e BMs excluídos no Rio

ENQUANTO NÃO TEMOS, UMA CONTA DE PESSOA JURÍDICA PARA ARRECADAR DOAÇÕES EM BENEFÍCIO DOS POLICIAIS MILITARES, QUE FORAM EXCLUÍDOS DA PMERJ, ESTAMOS USANDO ESTA CONTA DE UM DOS POLICIAIS EXCLUÍDOS.

BANCO ITAÚ

AGENCIA: 0337

C/CORRENTE: 618318

THYAGO RODRIGUES DOS REIS

OBRIGADA, DESDE JÁ, NÃO ESTPULAMOS VALORES, FAÇA O QUANTO VOCE PUDER E TIVER DISPONÍVEL.

Mari Torres!


FONTE - NO QAP

quinta-feira, 22 de março de 2012

Agora é prá valer! Lei de Projeção Salarial é publicado no Diário Oficial

Governador acaba de publicar no Diário Oficial do Estado (DOA) a nova Lei e Remuneração do Policial e Bombeiro Militar do Amazonas. Antes de se tornar Deputado essa Lei estava engavetado 763 dias na PGE. 


Acaba de ser publicado no Diário Oficial do Amazonas (DOA) a Lei No.3.725 de 19.3.2012 que dispõe sobre a remuneração dos Policiais e Bombeiros Militares do Estado do Amazonas em atividade que é composta de Soldo e Gratificação de Tropa (GT), fixada na forma do Anexo I da mesma Lei de autoria do Deputado Cabo Maciel (PR).
Os efeitos do artigo 1º. Ficam estendidos aos militares inativos da reserva remunerada, e aos reformados remunerados, bem como, aos pensionistas de policiais e bombeiros militares estaduais com direito a paridade.
Cabo Maciel aproveitou para agradecer a boa vontade do governador Omar Aziz pelo investimento que vem realizando na Segurança Pública do Amazonas, sobretudo agora no homem, que a partir de agora vai trabalhar mais motivado.
O parlamentar republicano agradeceu também o empenho do que chamou de “Padrinho da PMAM”, chefe da Casa Civil, Raul Zaidan que desde início das negociações sempre esteve ao lado dos militares.

OAB está preocupada com crise que envolve policiais e bombeiros

Brasília, 20/03/2012 - O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante, afirmou hoje (20) após receber uma comissão de parlamentares e representantes de policiais e bombeiros, que a crise nessas forças, em função da baixa remuneração e das más condições de trabalho, está longe de ser solucionada no País, o que só acontecerá com uma política nacional de Segurança Pública coordenada envolvendo União e Estados. "Ela (a crise) pode voltar a eclodir a qualquer momento, pois a situação hoje, como se apresenta, é como uma tampa de plástico numa panela de pressão", alertou ele durante entrevista.

Ophir Cavalcante afirmou também que "preocupa muito à OAB" casos de ilegalidades denunciados pelos visitantes, que estariam sendo cometidos nas apurações sobre os recentes movimentos de policiais e bombeiros, como os da Bahia e Rio de Janeiro."A Ordem exige que essas apurações sejam feitas dentro do princípio da legalidade, sob pena de macularem a própria lógica do Estado democrático de Direito", cobrou o presidente nacional da OAB, destacando que há denúncias de que advogados não estão tendo acesso aos processos e de que Defensorias Públicas estão alegando falta de condições para defender os acusados - quando estão obrigadas por lei a fazê-lo se eles não têm como pagar advogado.

Participaram da reunião com Ophir Cavalcante, na Presidência do Conselho Federal da OAB, os deputados federais do PSOL Ivan Valente (SP), Chico Alencar (RJ) e Jean Wyllys (RJ); a deputada estadual do PSOL do Rio de Janeiro, Janira Rocha; o presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados, Mendonça Prado (DEM-SE), e o sargento Walace, do Corpo de Bombeiros-RJ. Também o diretor tesoureiro do Conselho Federal da OAB, Miguel Cançado, participou do encontro.

Seguem as declarações do presidente nacional da OAB,durante entrevista, após a reunião com parlamentares:

"A Ordem dos Advogados do Brasil, após essa visita, mantém o seu estado de vigilância e de alerta a respeito dessa questão. A cries nas polícias militares em corpos de bombeiros, em função da baixa remuneração de seus integrantes, não está resolvida ou solucionada no Brasil. Ela pode voltar a eclodir, a qualquer momento, pois a situação hoje, como se apresenta, é como uma tampa de plástico numa panela de pressão. Esse sentimento de descontentamento pelas condições de trabalho e condições remuneratórias pode levar a outras crises, em diversos estados da Federação. É necessário que os governos comecem a pensar nessa questão de uma forma maior e não de uma forma superficial como pensada hoje. A cada crise, busca-se solucioná-la com paliativos ou mesmo com a criminalização dos movimentos sociais daqueles que defendem melhores condições de trabalho e de remuneração dos policiais e bombeiros do País. Portanto, é necessário que a União e os Estados se unam em torno de uma solução que passa, certamente, por uma coordenação nacional dessa situação e por uma solução que envolva a Segurança Pública como uma política de Estado em todo o País - e nisto está incluída a questão remuneratória.

Preocupa muito também à OAB as ilegalidades que vem sendo cometidas nas apurações sobre envolvimento de militares e bombeiros nesses movimentos. Tivemos noticiais de que os advogados, em muitos Estados, não estão tendo acesso aos autos para poder defender seus clientes, além de outros obstáculos. A Defensoria Pública do Rio de Janeiro, por exemplo, declarou que não tem condições de defender os policiais militares, quando é obrigação do Estado proceder à defesa de quem não tem condições de pagar advogado. Preocupa à OAB todas essas denúncias referindo a casos que não observam o devido processo legal. Até para os militares, há uma legislação. Em que pese haver uma legislação específica para os militares muito mais dura do aquela em relação aos civis, mas o fato é que há todo um procedimento que tem que ser obedecido. Mas a denúncias que nos chegam é de que tais procedimentos não estão sendo observados. Por isso, a Ordem exige que essas apurações sejam feitas dentro do princípio da legalidade, sob pena de macularem sob pena de macularem a própria lógica do Estado democrático de Direito".

Fonte: OAB.ORG.BR

Soldado PM agredido mostra dentes quebrados pelo TENENTE PAIVA DA PM DE GOIÁS

Polícia de Goías é conivente com o fato. 2 anos se passaram e o IPM não foi julgado. Um absurdo! Fosse um praça, estaria na rua.

O Soldado deveria entrar na justiça comum e pedir indenização a esse Tenente que não tem nenhum respeito por seus pares, um despreparado que não deveria jamais usar uma farda da PM.
http://www.youtube.com/embed/KCP0wSr9CHM;   http://www.youtube.com/embed/lsbrzF_laqc

Fonte: PEC 300
 

segunda-feira, 19 de março de 2012

CHAPA 3 VENCE ELEIÇÃO DOS CABOS E SOLDADOS

Cabo Maciel é reeleito com votação expressiva para Associação de Cabos e Soldados do Amazonas.
Militares confirmam favoritismo de Cabo Maciel nas urnas
   A Chapa 3 encabeça pelo Cabo Maciel acaba de vencer a eleição da Associação dos Cabos, Soldados e Bombeiros Militares do Amazonas, obtendo 1.302 votos, contra 232 da Chapa 2; 55 votos da Chapa 7; 31 votos da Chapa 5 e 19 votos da Chapa 1; nulos 6 e branco 2. Com esse resultado a nova diretoria Executiva da entidade renova seu mandato para o próximo triênio. O presidente da Chapa 2 Cabo Wellington, após o anunciou feito pelo presidente do Conselho Cabo Elielson foi cumprimentar os integrantes da chapa vencedora e prometeu ajudar e contribuir com a nova executiva.
Associados aguardam resultado no Clube
O presidente da Chapa 3, Cabo Maciel também subiu ao palco para agradecer os votos de confiança que recebeu no pleito, superando a marca de 80% na capital e 95% no interior destacando a unanimidade registrada em Parintins.
Presidente da Chapa 2 parabeniza os vencedores

   A Chapa 3 obteve 75 votos em Humaitá; 173 votos em Itacoatiara; 121 votos em Manacapuru; 58 votos em Iranduba e 159 votos em Parintins. Esse é o resultado de um trabalho que vem realizando no interior do Estado.

CANDIDATO MILITAR       


   Após ser confirmado vencedor pelo presidente do Conselho Consultivo, Cabo Elielson. Cabo Maciel disse que a vitória esmagadora conquistada na noite do último sábado (17), confirma seu plano político que vinha pregando nas formaturas para a agremiação dos Cabos e Soldados que é de eleger um vereador militar nas próximas eleições de outubro.
A comemoração virou a madrugada no clube
   Ele disse que todos são pré candidato a vereador na próxima eleição. Só que a tropa irá eleger o nome de um militar para representá-los na Câmara Municipal de Manaus. O nome escolhido pela tropa receberá seu total apoio, inclusive com caminhadas e carreata pela cidade.

Presidente Maciel destaca trabalho do Cabo Trindade na eleição

   Maciel acredita que o candidato indicado pela tropa se contar mesmo com o apoio de todos os militares, familiares e amigos poderá ser o mais votado do pleito e a partir daí a Polícia Militar passará a ter não só um deputado, mas um vereador também para que juntos possam lutar por novas conquistas.

Pra quem ainda acredita no Lula e no PT

Está disponível na internet o livro O CHEFE do jornalista Ivo Patarra que já foi filiado ao PT.

O livro conta com detalhes um dos maiores escândalos do Brasil que ficou conhecido como o ESCÂNDALO DO MENSALÃO, que foi abafado pelo governo mais corrupto da história deste país.

Ajude a divulgar esta vergonha e este crime cometido contra os brasileiros.


O livro pode ser conferido  AQUI 

Boa leitura.


pec300.com  
O site dos policiais e bombeiros de todo o Brasil!

quarta-feira, 14 de março de 2012

Ufa ! ALEAM aprova Lei de Projeção Salarial

Dep. Cabo Maciel agradecendo apoio da base alidada
 Após quatro anos de engavetamento sobre grande luta e sacrifício do Deputado Cabo Maciel(PR) e empenho do atual governador do Estado do Amazonas, doutor Omar Aziz e do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM), Deputado Ricardo Nicolau (PSD) e base aliada do governo, finalmente foi aprovada a Lei de Projeção Salarial dos Policiais e Bombeiros Militares e Polícia Civil do Estado do Amazonas. 

As novas legislações resgatam a dignidade do profissional da Segurança do Amazonas, dando-lhe tranquilidade e motivação, e principalmente a certeza de que seus ganhos na atividade poderão ser auferidos plenamente quando da transferência para a inatividade.
Neste dia histórico, após mais de três décadas de arrocho salarial, a Polícia Militar, o Bombeiro Militar e a Polícia Civil festejam a conquista histórica. 
Alunos soldados vibram com a conquista

Num discurso bastante emocionado o presidente da ALEAM, Deputado Ricardo Nicolau relembrou à tropa que lotava o plenário a grande luta travada e encabeçada pelo Deputado Cabo Maciel e a importância histórica daquele momento. Fechando os debates o Deputado Cabo Maciel não contendo a emoção se reportou a tropa com humildade e dignidade falando que as conquistas sempre são procedidas com muito sacrifício, e, que a tropa tem e sempre terá nele um representante digno e leal as suas origens, e como homem simples que é sempre defenderá de corpo e alma a instituição Policia Militar e Bombeiro Militar, em especial a parte mais fraca que são os praças militares.



domingo, 11 de março de 2012

Zaidan confirma chegada da Lei de Subsídio dos Militares segunda-feira na ALEAM

Equipe Técnica e Juridica da Casa Civil acaba de concluir os ajustes dos valores e a formatação da Lei de Subsídio dos Policiais Militares do Amazonas para ser encaminhado para ALEAM para receber votação, juntamente com os dos policiais civis do Amazonas.


Atenção,
 
Governador Omar pediu urgencia na aprovação da Lei

O Chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Dr. Raul Zaidan acaba de telefonar para o presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM), Deputado Cabo Maciel confirmando que até o meio dia da próxima segunda-feira (12), estará encaminhando a Lei de Remuneração da Polícia Militar do Amazonas para ser votado.

Cabo Maciel garantiu a pouco que logo que essa Lei chegar em suas mãos será encaminhada  Comissão de Segurança Pública para receber parecer e ser encaminhada para primeira votação na terça-feira.
Dep. Cabo Maciel acompanha trabalho da equipe
técnica do Governo e da Assembleia Legislativa

Disse o líder do PR na Assembleia Legislativa do Estado, que ansiedade está tomando conta da tropa em ver essa Lei aprovada. Só que depois que o governador deu sinal verde aceitando a proposta dos dirigentes das Entidades de Classe ela voltou para a SEAD e setor jurídico da Casa Civil para ser formatada com os novos valores a ser pago aos militares, inclusive o retroativo.
A equipe técnica e jurídica da Casa Civil teve todo um cuidado com a formatação da Lei para evitar que ela volte novamente para análise em caso de erro, concluiu Cabo Maciel.

Coronel denuncia político oportunista dentro dos quartéis

CHOQUE !

Presidente Maciel vá prá cima e se levar três tapas, mesmo assim vá prá cima, dê um, dois passos prá trás para depois dar uma esquiva nesse tipo de oportunista. Pacheco não quer militar aplaudindo e bajulando civil dentro dos Quartéis
Cel. Pacheco reafirmou que essa luta é da Polícia Militar 
O presidente do Clube dos Oficiais da Polícia Militar do Amazonas, Ten. Cel. PM Fábio Pacheco, mostrou-se bastante indignado durante a formatura no Batalhão de Choque e contestou a entrada de político civil apoiando uma das chapas para o pleito do próximo dia 17, quando será eleita a nova executiva da Associação dos Cabos, Soldados e Bombeiros Militares. “Ësse momento é nosso, nós é que devemos resolver e não trazer civil para dentro de casa, não quero ver policial militar bajulando e aplaudindo político civil, que agora surge como salvador da pátria”.


A Polícia Militar conquistou uma cadeira no parlamento e não podemos perdê-la em hipótese nenhuma essa vaga. Essas pessoas são inteligentes e entra oferecendo migalhas para fragmentar a tropa, mas o Policial do Choque é preparado e saberá identificar muito bem esses aproveitadores, oportunistas, principalmente aqueles que leram a revista da tática revolucionária.

Onde anda esse político andava quando lutavamos para 
conseguir aprovar nossa Lei de Remuneração 

“ Quer participar de nossa luta? Beleza, venha prá cá, então tenha coragem, venha trabalhar conosco. Mas, para o Batalhão de Choque esse tipo é considerado como oportunista de plantão que tenta enganar, ludibriar, tirar o foco de uma campanha que é dos militares, portanto evite trazer algum candidato, cercado de bajuladores”, concluiu Pacheco.

Conversa de Prisco e Salomão cai na internet e mostra que Globo manipulou diálogo

O documento do Ministério Público onde parte da conversa de Marco Prisco e o advogado Davi Salomão foi colocado na internet no site " RapidShare" e acabou mostrando que a Rede Globo omitiu parte da conversa ocorrida entre os dois acusados. A notícia está caindo como uma bomba nas redes sociais, e está colocando em cheque a credibilidade e imparcialidade da Rede Globo de Televisão. O meio de comunicação foi o único que teve acesso ao áudio das escutas telefônicas, ainda, que o documento do Ministério Público pode levar a TV Globo a se justificar sobre o assunto. Na imagem, a conversa transcrita desmente que houve planejamento para tocar fogo nos veículos.


Fonte: Site Pec 300

sexta-feira, 9 de março de 2012

Polícia Militar realiza 'Operação Guardião II' na Zona Leste de Manaus

De acordo com o comandante da 11º Cicom, major Hildemar Coutinho, o objetivo da operação é coibir a ação de bandidos na área onde há maior incidência de assaltos

Polícia Militar realiza operação em área da Zona Leste de Manaus (Marcio Melo)
Uma iniciativa da 11º Companhia Interativa Comunitária (Cicom) desencadeou na manhã desta sexta-feira (9) a ‘Operação Guardião II’, realizada no Coroado, Zona Leste de Manaus.
De acordo com o comandante da 11º Cicom, major Hildemar Coutinho, o objetivo da operação é coibir a ação de bandidos na área, onde há maior incidência de assaltos.
“Nós estamos nos antecipando à ação dos assaltantes e estamos protegendo a área do Coroado, que é uma área de tráfico, como a maioria da população tem conhecimento”, ressaltou.
O major Coutinho informou ainda que esse tipo de ação vai ser constante em toda a cidade. Na semana passada houve a ‘Operação Guardião I’, realizada no Zumbi, Zona Leste de Manaus.
A operação conta com o apoio de agentes da companhia de trânsito, a Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV), da 9º Cicom e também do Grupamento Aéreo (Graer).
“Na parte da manhã e tarde nós vamos abordar os veículos nas ruas e durante a noite, serão feitos os ‘arrastões’ em bares e casas noturnas. Esse é um trabalho de prevenção realmente, para tentar nos antecipar aos bandidos”
A ‘Operação Guardião II’ acontece durante todo o fim de semana na área do Coroado, Ouro Verde, Tiradentes e só termina durante a madrugada da próxima segunda-feira (12).

Fonte: Acrítica

Governo admite tensão com base e anuncia liberação de verbas

Para tentar aplacar o que o próprio Palácio do Planalto definiu como um "momento tenso" na relação com a base aliada, o governo decidiu abrir o cofre para liberar as emendas parlamentares.

Em reunião com o vice Michel Temer (PMDB), a presidente Dilma Rousseff acertou que as liberações de emendas serão negociadas com os líderes do Congresso, a princípio em reuniões semanais.

Ontem, o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, disse que a derrota no Senado ontem, quando foi rejeitada a recondução de Bernardo Figueiredo para a diretoria-geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), significa que será preciso fazer uma análise cautelosa sobre a situação atual.

"A relação com a base, com o parlamento requer que não se tenha cabeça quente, reações imediatas e que se analise com cuidado cada um dos processos". E completou: "nossas relações com os partidos são duráveis e passam por momentos tensos, este é um momento tenso", disse.

FONTE - FOLHA

FALA ALMANÇA: 

Este é o governo que tem feito os brasileiros reféns. Um bando de políticos que literalmente saqueiam o país. O governo PT/PMDB é movido a verbas e cargos e sua apetite não tem limites, sempre querem mais. Ao menor sinal de insatisfação da base, matérias de interesse do governo são prejudicadas e o governo corre para liberar verbas aos parlamentares, num jogo amoral que tornou marca deste governo (Lula-Dilma).  O pior é que este governo ainda goza de imenso prestígio junto a população. Nada é capaz de arranhar a imagem do governo. Quantos ministros ainda precisam cair para que o povo se de conta de que este é seguramente o governo mais corrupto da história deste país?

 Parece que o PT fez bem a lição de casa de como dominar as massas: Bolsas para os pobres e lucros para os bancos. Essa receita não vingaria se não encontrasse no povo brasileiro a matéria prima perfeita. Um povo impassível sem brio e sem coragem para enxergar o que acontece e o pior, de se indignar. Parece que o ditado popular nunca caiu tão bem aos brasileiros: "Cada povo tem o governo que merece. "
Almança
Editor pec300.com

Conselho considera bombeiros culpados por greve no Rio

O Conselho de Disciplina do Corpo de Bombeiros considerou culpados dez bombeiros que participaram da greve anunciada pela categoria em 9 de fevereiro no Rio de Janeiro. Eles são acusados de incitamento e aliciamento a motim. A audiência ocorreu ontem.

Mas o órgão, composto por um major e dois capitães, não tem poder de punição. Ele faz apenas uma recomendação que segue para o comandante da corporação, Sérgio Simões. Caberá a Simões decidir se os bombeiros são culpados ou não e, caso sejam, estabelecer a pena que deverá ser imposta. As penas variam de advertência verbal até exclusão da corporação.

Entre os dez bombeiros considerados culpados não está o cabo Benevenuto Daciolo, líder da categoria. Ele começou a ser julgado na última segunda-feira, mas a audiência foi interrompida porque novos documentos foram incluídos no processo que julga seu comportamento. Uma nova audiência será marcada para que o Conselho apresente seu veredicto, a ser também encaminhado para o comandante. 

Agência Estado

Governo do Amazonas prorroga prazo de validade do concurso do Corpo de Bombeiros

Enquanto as UPAs são construídas o governador Omar decide prorrogar o prazo de validade do concurso. Isso é mais uma herança deixada pelo ex-governador Eduardo Braga.


Governador Omar com Deputado Cabo Maciel e Moacir
da Polícia Militar
O governador Omar Aziz determinou nesta quinta-feira,8 de março, a prorrogação do prazo de validade do concurso do Corpo deBombeiros Militar do Amazonas por mais dois anos. O prazo de validade definidopor lei e expresso no edital do concurso para a convocação dos aprovadosé de dois anos, a contar da data da homologação do resultado final docertame,  prorrogáveis por mais dois.  O resultado doconcurso foi homologado em 16 de março de 2010 e venceria na próxima semana.

Anteprojeto de Lei reformula idade limite de Oficiais Médicos e Músicos da PMAM

Deputado Cabo Maciel tem intensificado sua luta em favor dos Policiais Militares, cujo objetivo é ajudar a corrigir distroções que vem ocorrendo nos últimos 174 anos de existencia da PMAM
Os médicos e Banda de Música serão beneficiados com a nova Lei de
autoria do Deputado Cabo Maciel

De autoria do presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM), Deputado Cabo Maciel (PR), recebeu parecer favorável e aprovação no plenário da Casa o anteprojeto de Lei (20/2012), que trata da reformulação e elevação da idade-limite de permanência no serviço ativo para os Oficiais do Quadro de Saúde,(65 anos), uma vez que ele ingressa com a idade máxima de 35 anos; e de 59 anos para os Oficiais do Quadro de Músicos, em deste ingressar nas fileiras da Instituição na idade máxima d 28 anos.
Dep. CAbo Maciel no Ronda dos Bairros
            Nesse contexto, - lembra Cabo Maciel -, tornou-se inconcebível a manutenção da idade-limite destes Oficiais pelas normas alteradas das aludidas alíneas do inciso I do art. 90 da Lei 1.154/1975 – Estatuto da PMAM, que não permitia a conclusão do tempo de 30 anos de contribuição previdenciária no Estado, considerando as novas idades máximas de ingresso instituídas pela Lei 3.498/2010 – Lei de Ingresso em relação ao Estatuto.
Dep. conversa com os futuros Oficiais da PMAM
            Por outro lado, acrescenta o Deputado Cabo Maciel, os Oficiais Médicos com grandes qualificações e experiência na área médica, erroneamente estavam sendo mandados embora ex-offício, a exemplo da agregação de 10 (dez) Oficiais Médicos, gerando como conseqüência a transferência para o SUS da assistência médica e exames laboratoriais, de Policiais e familiares, cujos atendimentos são procedidos pela própria Instituição através de sua Policlínica, que cumpre com sua missão mesmo em situação precária.
            Com base na estatística oficial, num país onde a população economicamente ativa é a principal responsável pela receita previdenciária, sendo o número de aposentados muito superior a população de trabalhadores ativos, acarretaria prejuízos de ordem econômica para o Estado irreparável a manutenção de tal absurdo.
Os novos Policiais na Academia da PMAM
            Cabo Maciel defende que sua propositura atingirá principalmente  os Praças dos diversos Quadros que também precisa ser estabelecida a idade-limite de 59 anos, cuja Lei, beneficiará os Praças PM/BM e permitindo que grande partes destes, que foram prejudicados por quase 30 (trinta) anos, em final de carreira possam ainda sonhar com a tão esperada promoção, e não exista no seio da Corporação processos de aposentadoria de PM/BM após 30 (trinta) anos de efetivos serviços, ainda Soldados; ou ainda, para aqueles que já estão em casa aguardando a consolidação de sua aposentadoria, não sofra com a ameaça de despromoção, injustiças, infelizmente, ainda vivenciadas pela parte mais fraca da Tropa, o Praça Policial Militar (Soldado, Cabo, Sargentos e Subtenentes PM).
Dep. Cabo Maciel conversa com o comando da PMAM
Maciel pediu ainda em caráter de urgência que também seja alterada a alínea “b” do inciso I do art. 90 da Lei 1.154/1975 – Estatuto da PMAM, estabelecendo a idade-limite de 59 anos para os Praças Policiais Militares (Combatentes, de Saúde e Especialistas), sendo também importante mencionar no projeto a ser proposto, que o benefício da idade-limite de 59 anos para os Praças também atinja os PM/BM, cujos processos de aposentadoria, ainda não tenham sido registrados pelo TCE, evitando a despromoção de PM/BM que deram mais de 30 anos de suas vidas dedicados a Instituição. 
Da mesma forma, deve-se incluir também o Quadro de Oficiais Administrativos – QOPM, ainda não inseridos no benefício da idade-limite de 59 anos, os quais por serem oriundos da Carreira dos Praças, pela regra atual, considerando-se a idade de 28 anos para ingresso, findarão suas carreiras na Graduação de Subtenente PM, sem a possibilidade de acender ao Oficialato do QOAPM.

quinta-feira, 8 de março de 2012

As contradições da Justiça Brasileira

O Poder Judiciário é a última instância de esperança dos cidadãos. Quando falha ou erra, a Justiça deixa as pessoas órfãos de cidadania. Muito preocupante foi a afirmação corajosa da Ministra do Superior Tribunal de Justiça, Drª Eliana Calmon, sobre a existência de “bandidos de toga”.

Já imaginou, um cidadão recorrer à Justiça para se proteger de um bandido e encontrar outro para julgar o caso. É o fim do mundo!

Da mesma forma quando um cidadão encontra um policial bandido, um deputado bandido, um advogado bandido, por aí afora...
Alguém já disse que lugar de bandido é na cadeia. É certo que com respeito aos direitos fundamentais da pessoa humana, mas na cadeia.

Pois bem: o banqueiro Cacciola lesou o sistema financeiro foi preso e logo em seguida posto em liberdade pela Justiça Federal. Aproveitou e fugiu para sua outra terra natal, a Itália. Foi preso em Mônaco, extraditado para o Brasil e hoje, mais uma vez, é posto em liberdade condicional. Disseram que a lei permite.
A grande imprensa brasileira foi impedida pela Justiça Federal de divulgar uma investigação sobre o filho do Presidente do Senado (e Ex-Presidente da República) José Sarney.

O banqueiro Daniel Dantas foi posto em liberdade porque a Justiça Federal entendeu que as provas produzidas pela Polícia Federal eram ilegais.

Cinco Ministros do governo Dilma foram demitidos sob acusação de corrupção e mesmo assim saíram aplaudidos. A Justiça Federal abre processo, mas os ex-ministros estão soltos. A lei permite. Tudo bem!
O Ex-Governador do Distrito Federal do DEM, Arruda, foi preso e afastado do cargo por corrupção. Hoje está na rua.

O atual Governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, do PT, embaraçado até o pescoço com denúncias de corrupção, sendo processado pela Justiça Federal, mas continua solto e administrando o governo numa boa.

Enquanto isso, na Bahia, 7 policiais militares estão presos preventivamente pela Justiça Federal só porque abordaram pessoas armadas, em uma caminhonete. Eram policiais federais em investigação sigilosa, em uma pequena cidade do Sudoeste Baiano. Detalhe: conduzindo um veículo com placa fria do Paraná. É o gato escondido com o rabo de fora.

Sentindo-se desmoralizados, os Policiais Federais apenas com os seus testemunhos, conseguiram a prisão preventiva dos policiais estaduais na “Justiça Federal”. Aquela mesma que soltou banqueiros e não prende ministros corruptos.

Os federais fazem uma missão sigilosa desastrosa, deixam-se notar pelas pessoas, que os denuncia e se sentem humilhados com uma abordagem policial.

Com tantos assaltos a banco pelo interior, como não abordar pessoas em atitude incomum para a região?
Só para lembrar: no Rio do Janeiro, Nem, o maior traficante do Estado, só foi preso porque a PM abordou o carro que era conduzido por alguém que se passava por um Cônsul do Congo. Já pensou se a PM não o abordasse só porque ele se dizia Cônsul do Congo?

E agora? Policiais presos por agirem corretamente e a Justiça Federal, tão meiga e compreensiva com os bandidos do colarinho branco e dura-injusta com os policiais.

Todo bandido, seja policial, banqueiro, juiz, deputado, mecânico, manicure ou artista tem que pagar por seus erros, mas os inocentes devem ser protegidos. A justiça não pode ser “caolha”: cega para os pobres e vidente para os poderosos.

É por essas e outras que a violência no Brasil e na Bahia ultrapassou todos os limites!

Capitão Tadeu Fernandes – Direto para a Rádio Metrópole FM

FONTE - BLOG NOQAP

Uniiforme da Polícia Militar do Rio será similar ao da polícia de Nova York

Nova farda busca imagem mais moderna e internacional
Até o fim deste ano, a Polícia Militar do Rio de Janeiro vai trocar sua farda por um uniforme da cor “azul noite”, semelhante ao da polícia de Nova York. A PM ainda não tem um exemplar disponível do modelo final para foto.

O Batalhão de Choque da PM, unidade de elite da corporação, também vai substituir o seu tradicional camuflado cinza. Vai adotar a cor azul, mas em tom diferente diferente daquele do resto da corporação. Como o Bope, a farda do Choque será peculiar.

A mudança dos uniformes é um processo que vem sendo estudado nos últimos anos pela corporação e por consultoria contratada ao Senai/Cetiqt. A fase de implantação vai se dar até o fim deste ano.

Os objetivos de ter um novo uniforme são criar uma imagem mais moderna e internacional da PM, ao mesmo tempo dando aos integrantes da força mais conforto, proteção e eficiência no trabalho. Com vistas à Copa do Mundo em 2014 e às Olimpíadas do Rio-2016, o governo quer dar uma “cara nova” à principal força de segurança ostensiva, atualmente com 43 mil homens.

A cor “azul noite” é usada por polícias como as de Nova York, Miami e da Polícia Nacional da França, por exemplo. É tida como um “padrão internacional”.

A previsão da PM é de que a padronização já comece a ser feita este ano. Além do Bope, as primeiras unidades a adotar o novo uniforme devem ser o Choque, o Batalhão de Policiamento Turístico e as UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora).

Ao longo do tempo, a farda operacional atual passará a se destinar apenas a treinamento e operações.

FONTE - JORNALE

Aprovada promoção por tempo de serviço para PM e BM de Rondônia

Projeto da Sesdec junto ao comando das corporações beneficia servidores com promoções
 
A Assembléia Legislativa aprovou o projeto que cria critério de promoção por tempo de serviço para oficiais e praças militares. A matéria visa o planejamento da carreira dos militares da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Rondônia, de modo a obter um fluxo regular e equilibrado da carreira para os Oficiais e Praças das Corporações.

A promoção pelo critério de tempo de serviço é um anseio de policiais e bombeiros que já completaram todos requisitos para promoção, muitos deles há mais de dez anos.

Conforme mensagem enviada pelo governo do Estado aos deputados estaduais, os militares continuam no exercício de suas funções, cumprindo seus compromissos, afirmando a sua aceitação consciente das obrigações e dos deveres da função.
O critério de promoção por tempo de serviço é adotado também pelas polícias militares dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Amapá.

O projeto de lei visa à inovação no que se refere aos requisitos para promoção, vez que traz diversos critérios para a avaliação de concessão de benefício, não bastando apenas o tempo de serviço, mas também um tempo mínimo de contribuição previdenciária, o interstício exigido no posto e graduação previstos em lei e regulamento de promoção.

Assim, propõe-se que, que sejam promovidos todos os policiais militares que estão frequentando o curso de adaptação de oficiais administrativos, e que não alcançaram o número de vagas fixadas para transferi-los temporariamente para o quadro especial da PM, até que surja a vaga.

Para o governo, o projeto atende reivindicações dos servidores militares, além de assegurar um fluxo constante e rítmico ao longo de toda a escala hierárquica, evitando o desestímulo profissional causado pela longa permanência nos postos ou graduações inferiores.

“Com esta aprovação vemos mais uma vez o compromisso dos deputados estaduais comprometidos com a valorização dos servidores das forças públicas de segurança”, comenta o secretário de Segurança, Defesa e Cidadania, Marcelo Nascimento Bessa.
Fonte: Rondônia Dinâmica

terça-feira, 6 de março de 2012

INSCRIÇÃO DAS CHAPAS PARA A ELEIÇÃO DA ACSPMAM 2012 ESTÃO ENCERRADAS

Portaria
O Presidente do Pleito e Conselho Deliberativo da ACSPMAM-Am o senhor Cabo QPPM José Elielson de Oliveira Barbosa, informa ao pretensos candidatos, que o prazo para as inscrições das chapas para o triênio 2012/2015, encerraram-se no ultimo dia 02 de março de 2012, conforme portaria, publicada em murais de todos os quarteis e companhia militares da capital e do interior do Estado.